domingo, 11 de março de 2012

Simulado Sociologia!! Bom Trabalho!!


Simulado de Sociologia
01. A sociologia faz parte das Ciências Sociais, as quais sistematizam o estudo do comportamento social do homem. É correto afirmar que a sociologia tem como objeto de estudo:
a) As relações sociais e as formas de associação que ocorrem
na vida em sociedade.
b) A psiché (mente) dos indivíduos buscando compreender seu
comportamento.
c) A história da humanidade retratada a partir do estudo de
fósseis.
d) O indivíduo enquanto um todo mente e corpo.
e) O indivíduo enquanto destacado da sociedade e fazendo
parte dela.

02. Apesar de a ciência sociológica ser considerada nova o seu objeto de estudo não é tão novo assim, visto que a  própria filosofia já no século V a.C se preocupava em entender a
sociedade. Podemos afirmar com isso que a visão destacada da sociologia está em:
a) Buscar estabelecer não apenas teorias sobre a sociedade,mas também soluções.
b) Estudar as relações sociais tendo em vista o fato de que os indivíduos são naturalmente pertencentes à sociedade.
c) Estabelecer teorias metafísicas acerca da sociedade.
d) Compreender a sociedade partindo de um ponto de  vistacientífico que está em optar por um objeto de estudo e estabelecer leis a partir de métodos.
e) Compreender as normas de uma sociedade como sendo provenientes das interações dos indivíduos.

03. Émile Durkheim é um dos primeiros teóricos da sociologia,tendo definido essa disciplina como “o estudo dos fatos sociais”. Sobre os fatos sociais é possível afirmar:
a) Embora os fatos sociais possam ajudar a compreenderproblemas específicos dentro da sociedade como o suicídio estudado por Durkheim, não é possível estabelecer a partir
deles uma característica geral da sociedade.
b) Os fatos sociais são coercitivos no sentido em que o indivíduo é inclinado a obedecer a determinados comportamentos, embora essa coerção não resulte em
punição legal.
c) Os fatos sociais são exteriores ao indivíduo, pois a sua ação se concentra no aspecto particular dos sujeitos e não no coletivo.
d) Durkheim não conseguiu encontrar nenhum fato na sociedade que pudesse ser aplicado à sua teoria acerca dos fatos sociais.
e) Os fatos sociais ajudam a compreender o comportamento dos indivíduos como o seu modo de vestir, falar, assim como as leis de uma sociedade.

04. Segundo Aristóteles “o homem é, por natureza, um animal social”. Esta frase que é emblemática para a Sociologia ajuda a entender o processo de socialização humana. Sobre isso é possível afirmar:
a) O comportamento dos seres humanos e dos animais  é semelhante, sendo possível afirmar a ideia de sociedade, por exemplo, para as abelhas, formigas etc.
b) Embora o homem necessite do outro para ser feliz, não precisa do outro para perpetuar a sua espécie.
c) A sociabilidade é medida de acordo com o nível de cultura e esclarecimento do indivíduo, quanto mais esclarecido for um indivíduo mais sociável ele é.
d) Embora Aristóteles tenha afirmado que a socialização é uma condição natural do homem, a sociologia nos mostra  como exemplo casos de pessoas que viveram fora da sociedade
(Vivendo entre lobos) e que por isso não adquiriram o comportamento humano social.
e) A influência do grupo ou meio social sobre o indivíduo não é tão forte como pensamos, assim se um filho de alemães nascer no Brasil e viver aqui por toda a sua vida ele terá ainda
características sociais fortes que indique que ele  é alemão.
Nesse caso a genética influencia no comportamento do
indivíduo.
05. A. Comte é considerado o pai da sociologia além de ser o autor da corrente positivista, que teve bastante influência no Brasil. Acerca do positivismo é correto afirmar:
a) A corrente positivista tinha como base a ciência como forma de explicar a realidade. Comte tinha o interesse de estender essa análise da ciência da natureza para a ciência  da sociedade, criando assim o campo da sociologia.
b) Comte dividia a humanidade em estados de evolução sendo que quanto mais uma comunidade formulasse teorias metafísicas acerca da natureza mais ela estaria se utilizando da ciência.
c) Um dos lemas do positivismo era o de ordem e progresso. Nesse sentido, quanto mais ordem ética e política mais progresso uma nação teria. Ora, nesse caso independentemente do estado de evolução social de uma sociedade seria possível atingir o estado de ordem.
d) Comte é considerado o pai da sociologia, pois foi o primeiro responsável por analisar a sociedade.
e) A corrente positivista estabeleceu graus de evolução de uma sociedade sendo que num primeiro momento a sociedade explicaria a realidade por meio de nomeações de entidades
divinas. Não está presente nessa visão de graus de  evolução da sociedade um preconceito com relação, por exemplo, a civilizações tribais africanas ou indígenas que estariam
supostamente no primeiro estágio.

06. A Revolução Francesa e Industrial compõem os dois  principais marcos dentro da história da humanidade  no Ocidente. A sociologia nasce com uma referência ao desenvolvimento desses dois acontecimentos históricos. Sobre esses fatos históricos e a relação com a sociologia é correto
afirmar:
a) A Revolução Francesa e Industrial compõem em termos devalores uma característica geral da nossa sociedade Ocidental. A estrutura mental do Ocidente é marcada pelos valores
políticos da Revolução Francesa de liberdade e igualdade e pela crença com a Revolução Industrial de uma sociedade baseada na ciência (tecnologia).
b) A Revolução Francesa proporcionou uma mudança nos padrões políticos do Ocidente, por isso, é possível afirmar que outros Estados fora do mundo Ocidental não sofreram e ainda
não sofrem pressões com relação aos valores políticos pregados pela Revolução Francesa.
c) A Revolução Industrial alterou os modos de produção da sociedade, de modo que a referência que podemos estabelecer entre esse fato histórico e a sociologia está na defesa da sociologia dos modos de produção da Revolução Industrial.
d) Esses fatos históricos foram essenciais para a construção do contexto no qual nasceu a sociologia.No entanto, não é possível afirmar que esses fatos tenham ainda força em nossa sociedade.
e) A referência que estabelecemos entre a sociologia e a Revolução Industrial e Francesa está na necessidade de se ter uma evolução tecnológica e uma queda do absolutismo para
ser possível pensar na sociologia.

07. Os contatos sociais, a interação humana são processosdentro da sociedade essenciais para o seu desenvolvimento. Com relação a essa questão é possível afirmar:
a) A cooperação não é necessária para haver uma interação social, basta apenas haver uma linguagem comum para que dois indivíduos se entendam.
b) A comunicação e a linguagem embora sejam importantes para a interação social não dizem respeito ao desenvolvimento da sociedade.
c) É possível identificar dois tipos de contatos sociais: um primário e outro secundário. No contato primário o indivíduo se relaciona com o outro de uma forma impessoal, sendo este o
contato, por exemplo, do cobrador de ônibus com os passageiros. Já no contato secundário os indivíduos são mais próximos, existe um laço de afetividade maior, esse tipo de
contato podemos identificar nas relações familiares e de amigos.
d) O aspecto mais importante da interação social é  que ela modifica o comportamento dos indivíduos envolvidos, como resultado do contato e da comunicação que se estabelece entre eles.
e) O processo de socialização não depende dos contatos e interações sociais, pois um indivíduo pode ser socializado sem ter contatos com a sociedade.
08. Os fatos sociais são definidos por Émile Durkheim, um  dos fundadores da Sociologia, como o objeto  fundamental dessa ciência. Sobre esse conceito, assinale  o que for correto. 
01) Os fatos sociais são exteriores aos indivíduos,  possuindo existência concreta que ultrapassa as vontades e pensamentos dos membros de uma sociedade, tomados isoladamente.
02) Os fatos sociais são coercitivos, portanto, exercem pressão sobre os indivíduos com o objetivo de submetê-los às suas determinações, normas e regras.
04) Os fatos sociais são anteriores aos membros das coletividades, pois já existem antes da chegada de cada um dos indivíduos e, provavelmente, continuarão a existir após as suas mortes. 
08) A coerção exercida pelos fatos sociais é apenas de natureza física, ou seja, manifesta-se somente pela ameaça de castigos corporais ou pela privação da liberdade.
16) Os fatos sociais não se aplicam à totalidade dos membros de uma sociedade. Estão excluídos do seu alcance de sujeição e determinação os membros do grupo intelectual e economicamente dominante. 
A soma é:
a)03
b)24
c)07
d)14
e)33

09. Para Durkheim, a sociedade prevalece sobre o indivíduo, pois é formada por um conjunto
de normas constituídas fora das consciências individuais, que regulam a vida social.
 São características dos fatos sociais, exceto:
a)Acontecimentos exteriores aos indivíduos
presentes no ciclo social, independentes de suas vontades.
b)Regras e normas coletivas que orientam a
vida dos indivíduos em sociedade, com características básicas de exterioridade, coercitividade
e generalidade.
c)Conjunto de regras e normas que determinam a vida das pessoas adultas na sociedade,
tem poder coercitivo e independem da vontade
individual.
d)É social todo fato que é geral, que se repete em todos os indivíduos ou, pelo  menos, na
maioria deles.
e)Coerção social, uma das três características do fato social, se refere a força que os fatos
exercem sobre os indivíduos, fazendo com que
se moldem as regras da sociedade em que vivem.

10. Há sociedade em que a coesão se deve  essencialmente à comunhão de crenças e de sentimentos ... é dessas sociedades que se originam as sociedades cujas unidades são garantidas pela divisão do trabalho.  
(DUBAR, 2005, p. 12. Fragmento). 
A leitura desse trecho permite destacar, como referência teórica, o sociólogo
a) Émile Durkheim. 
b) Pierre Bourdieu. 
c) Writh Mills. 
d) Augusto Comte.
e) Max Weber.

11. As teorias funcionalistas têm como um de seus interpretes o sociólogo Émile Durkheim, que realiza um estudo clássico sobre. 
a) os padrões de solidariedade social influenciando
nas taxas de suicídio.
b) as classes sociais de proletários na sociedade
urbana.
c) as greves frequentes dos trabalhadores rurais no
Brasil.
d) as estruturas sociais como resposta inovadora da burguesia.
e) consórcios e cooperativas no fim do século XIX.

12. A construção de um olhar sociológico se inicia com o estranhamento diante da realidade, ciente de que nossa visão é repleta de prenoções e juízos de valor. Tal postura recusa a interpretação das ações e das relações sociais com base no conhecimento do
censo comum e possibilita a construção do conhecimento científico da sociedade.
Identifique, nas opções apresentadas, a que corresponde ao conhecimento sociológico.
a) Buscar nas próprias experiências a explicação naturalizante dos comportamentos humanos.
b) Estudar a realidade observada, segundo critérios metodológicos objetivos.
c) Tomar decisões fundamentadas no conhecimento de adágios e ditados.
d) Fazer diferentes leituras, tomando por base o senso comum.
e) Aceitar as explicações biológicas para as ações humanas em sociedade.

13. Em relação ao processo histórico de formação da sociologia, é CORRETO afirmar:
a) O Iluminismo, bem como a Revolução Industrial, com todas as mudanças que provocaram na ordem social política e econômica, são acontecimentos que explicam o surgimento da sociologia no séc. XIX.
b) A sociologia é contemporânea da filosofia clássica, não sendo possível identificar um período específico para seu surgimento.
c) A Revolução Russa, com a crítica ao capitalismo e à teoria revolucionária, foi o fator histórico decisivo para a emergência da sociologia como ciência.
d) A sociologia surge em decorrência do desenvolvimento do capitalismo que, no século XX, precisa se justificar diante das desigualdades sociais que o sistema gerou.

14. Weber e Durkheim buscaram construir a sociologia como ciência sob formas diferentes. É CORRETO dizer que
a) Durkheim preocupou-se fundamentalmente com questões metodológicas; em  As regras do método sociológico e em O suicídio, ele defendeu a utilização dos métodos estatístico e indutivo.
b) Weber buscou sistematizar a sociologia como uma alternativa ao materialismo histórico e para isso lançou mão dos recursos metodológicos do neokantismo, do subjetivismo luckasiano e da economia marginalista.
c) Durkheim postulou que os fatos sociais são o objeto de estudo da sociologia, enquanto Weber definiu a ação social como o dado central da análise sociológica; ambos concordavam com a utilização do método das ciências nomotéticas.
d) Weber buscou construir uma ciência fundada no individualismo metodológico, ao passo que Durkheim  partia de uma visão metodológica holista para pensar a relação indivíduo–sociedade, mas ambos se dedicaram a delimitar o objeto de estudo específico da sociologia e estudaram o individualismo com base em uma análise de sua formação histórica.

15. Sobre a relação indivíduo e sociedade definida pelos autores clássicos da Sociologia, é correto afirmar que
a) Karl Marx afirma que existem condicionamentos estruturais que levam o indivíduo, os grupos e as classes para determinados caminhos, sendo impossível a reação e transformação de tais
condicionamentos.
b) Émile Durkheim afirma que a sociedade nem sempre prevalece sobre o indivíduo. As leis e regras dependem dele e dão sentido de integração entre os membros da sociedade.
c) Max Weber tem como preocupação central compreender o indivíduo e suas ações. A sociedade existe concretamente, mas não é algo externo e acima das pessoas. Trata-se do conjunto das ações dos indivíduos relacionando-se reciprocamente.
d) Weber concorda com Durkheim quando afirma que as normas, os costumes e as regras sociais não são algo externo ao indivíduo, mas estão internalizados e, com base no que traz dentro de si, ele escolhe condutas e comportamentos, dependendo das situações que se lhe apresentam.

16. A teoria sociológica clássica traz importantes reflexões sobre o Estado. Dentre as quais, se destaca a concepção weberiana de que o Estado é
a) uma relação de homens dominando homens através da violência, a qual é legítima e permite a dominação.
b) um grupo de funcionários que representam os interesses coletivos.
c) um grupo de pessoas que representa os interesses da classe dominante em qualquer momento histórico.
d) uma categoria política cuja configuração é variável ao longo da história da humanidade.

17. “Um fato social reconhece-se pelo poder de coerção externa que exerce ou é suscetível de exercer sobre os indivíduos”
(DURKHEIM, E. As regras do método sociológico. São Paulo: Martin Claret, 2001).
Nessa perspectiva, a coerção
I-pode ser reconhecida através das sanções aplicadas caso haja violação de determinado fato
social.
II-traduz-se como uma reação direta da sociedade com relação à moral, crenças, usos ou
mesmo moda.
III-é um produto da vida comum, resultante das consciências individuais, caracterizando-se
como uma realidade sui generis.
IV-está relacionado à idéia de moral e não à natureza da moral, por isso deve ser considerada
como coisa.
Em relação às afirmativas anteriores, estão corretas
A) I e II.
B) I e III.
C) II e IV.
D) III e IV.

18. Analise as afirmações a seguir
I-Para Comte o positivismo constitui-se na transposição e aplicação do método indutivodedutivo como forma de fundamentação da Sociologia como ciência.
II-Weber propôs que os fenômenos sociais fossem investigados como algo exterior à
percepção do cientista, ou seja, que pudesse ser pesquisado com objetividade.
III-A contribuição dada por Durkheim à Sociologia foi entender como o indivíduo age e qual o
sentido de sua ação na sociedade.
IV-Marx defende que os sujeitos históricos se encontram alienados sob a influência da lógica
capitalista em três dimensões: econômica, política e filosófica.
Em relação às afirmativas anteriores, estão corretos os itens
A) I e II.
B) II e III.
C) I e IV.
D) III e IV.

19. Em uma aula de Sociologia, os alunos analisaram oconceito de consciência coletiva, de Émile Durkheim,definido como
a) produto das diferenças sociais em função da necessidade de troca de serviços e da interdependência.
b) qualquer forma de coerção sobre os indivíduos proveniente de algo exterior e de existência deles independente.
c) conjunto de crenças e de sentimentos comuns à
média dos membros de uma mesma sociedade.
d) diferenças implícitas e explícitas que se manifestam nos
níveis de consciência dos indivíduos.
e) conf iguração  tomada pela sociedade a par t i r  da
interação entre indivíduos, grupos e instituições.

20. Em outra aula de Sociologia, os alunos pesquisaram o tipo
de estratificação social analisada por Max Weber, no qual
não existia a possibilidade de mobilidade social, o que os
fez estudar os(as)
a) estamentos.
b) estados.
c) classes.
d) castas.
e) camadas.

2 comentários: